A PRIMEIRA MULTIPLICAÇÃO DOS PÃES (JESUS) - 1ª MENSAGEM





 (Lc. 9: 10-17/ Mt. 14: 13-21/ Mc. 6: 30-44/ Jo. 6: 1-14)

                          Segundo o Evangelista Lucas quando os discípulos chegaram da missão bem sucedida onde viram o Poder e Autoridade de Deus manifesto em suas vidas em Nome de Jesus (Lc. 9: 10), eles voltaram cansados da caminhada e logo precisavam arranjar um lugar para descansar e se alimentar. Com a popularidade de Cristo ficava cada vez mais difícil descansar e comer sem o assedio das multidões (Mc. 6: 31) Devido a isso a idéia era se retirar para um local aparte, fora dos locais do centro da cidade, nos montes havia mais conforto e sossego.

                          Jesus e seus discípulos entram num barco no Lago da Galiléia e seguem para um lugar desértico da Cidade de Betsaida. Ao atravessar parte do Lago em direção aos montes desérticos são visto e reconhecido por alguns que vai passando a informação um para o outro e formam multidões, e vão todos de cidade em cidade a pé em direção ao deserto onde Jesus estava alguns foram correndo (Mc. 6: 32).      

                          A Multidão é avistada de longe e Jesus se compadece da multidão, porque pareciam ovelhas sem pastor, esse povo procurava Jesus por causa dos Sinais que operava sobre os enfermos, esse povo precisava de alimento e cura, como Bom Pastor Jesus oferece Alimento e Cura às feridas das ovelhas, além de ensiná-las o Evangelho (Jo 6: 2,3).                       
                             
                          Avistando aquela multidão como ovelha sem pastor, possivelmente um discípulo disse: “O Lugar é deserto, e o dia está adiantado; despede-os, para que vão aos campos e aldeias circunzinhas e comprem pão para si, porque não tem o que comer” (Mc. 6: 35,36) Diante disso Jesus do alto monte brinca sorrateiramente com seus discípulos testando-os, para experimentá-los e se dirige a Filipe e diz: Onde compraremos pão, para estes comerem? (Jo. 6: 5) É obvio que Jesus sabia o que fazer, estava experimentando Filipe.

                          Mas a resposta de Filipe não trazia solução e sim um problema a mais ao que Jesus disse: Daí-lhes vós de comer. André irmão de Pedro também não percebe que Jesus estava apenas testando e já tinha solução. André diz: “Duzentos dinheiro de pão não lhes bastarão, para que cada um deles tome um pouco”. (Jo. 6: 7) Jesus pergunta: “Quantos Pães tendes? Ide ver” Eles investigam e disseram: Esta aqui um rapaz que tem cinco pães de cevada e dois peixinhos, mas o que é isso para tantos? (Mc. 6: 38).

                          Bastava apenas os discípulos lembrarem de Elizeu que numa ocasião como esta orando a Deus multiplicou vinte pães para 100 homens (2ª Rs 4: 42-44). Como o mestre Jesus é bem organizado pede para organizar o povo em grupos de cinqüenta e de cem (Mc. 6: 40) Apresenta os pães e peixes e apresenta um por vez dando graças a Deus, parti e dá aos discípulos para distribuir. Alimenta o povo cerca de 5 mil pessoas sem contar com as mulheres e as crianças (Mc. 6: 44). Prega o Evangelho e quando percebe que havia um movimento no meio do povo para fazê-lo Rei saiu sem que a multidão veja (Jo. 6: 15), mas antes recolhe as alcofas com as sobras (Mt. 14: 20).


Lc. 9: 10 – Quando os Apóstolos, entre eles Judas, voltaram da missão, entusiasmados com milagres que realizaram em Nome de Jesus, o Mestre convida-os para um lugar desértico da Cidade de Betsaida.

Betsaida: Gr. Casa de Pesca construída por Filipe, o tetrarca próximo ao Mar da Galiléia. No território de Zebulom, no alto Vale do Jordão.

Lc. 9: 11 – A Multidão toma conhecimento, porque Cristo estava sendo constantemente observado por todos, ao se retirar para a região foram atrás por que tinha fome e sede da Palavra de Deus. Jesus sabendo das necessidades do povo recebe-os de braços abertos, no ensejo curava os enfermos.

Lc. 9: 12 – Quando chegava o fim da tarde, os doze chegaram a Cristo, preocupados como o estado da multidão, ora era chegado o fim de tarde, esse povo precisava se agasalhar mais tarde por causa do frio e descanso, precisavam principalmente de alimento, no deserto não havia nada disso para aquela gente.

Lc. 9: 13 – Os Discípulos tentam imaginar a quantidade de pão que seriam necessários para alimentar toda aquela gente, esquecendo que Deus no tempo de Moises havia feito chover codornizes no deserto e mandado maná.

Lc. 9: 14,15 – A Organização faz parte da obra de Deus, o desmazelo com a Obra de Deus é reprovado (Jeremias 23), foram organizados grupos de cinqüenta e de cem para evitar desordem. 

Lc. 9: 16 – Tomando os cinco Pães e dois peixes, apresentou diante de Deus dando graças pelo pouco que tinha, nenhum evangelista relata que Jesus orou para multiplicar, mas ele deu graças e abençoou, com Graças a Deus e abençoado por Cristo os cinco pães e dois peixes foram suficiente para alimentar milhares de pessoas, a tal ponto de sobrar.  

 

Pontos destacados na Primeira Multiplicação dos Pães

Lc. 9: 10 – Os Discípulos estavam regressando de uma missão precisavam de descanso e Jesus se retira do foco das multidões e dá a atenção para seus discípulos, convida-os para um lugar a parte no deserto da Cidade de Betsaida (Betsaida= Casa de Pesca)

Lc. 9: 11 – Jesus não pedia a oportunidade para pregar e para curar os enfermos.       

Lc. 9: 12,13 – Os discípulos se preocupavam com as necessidades das pessoas, e olhavam para as dificuldades, enquanto isso esquecia de olhar para Cristo, que supre todas as coisas. 

Aprendemos

01 – Jesus se preocupava mais com o povo do que com sua privacidade (Lc. 9: 10,11)
02 – Jesus sempre pregava o Reino de Deus e realizava os Milagres (Lc. 9: 11)
03 – Os discípulos olhavam para as dificuldades e ignoravam a capacidade de Cristo suprir todas as coisas em Deus. (Lc. 9: 12,13)
04 – Compartilhar o alimento (Lc. 9: 13);
05 – Jesus gosta de Organização (Lc. 9: 14).
06 – Dar Graças e abençoar nosso alimento antes de servir (Lc. 9: 16)
07 – Deus sempre esta disposto a Multiplicar o pão se houver compartilhamento e necessidade. (Lc. 9: 17)
08 – O Pouco com Deus é muito por isso sempre sobra (Lc. 9: 14,17)   

Comentários

  1. Quero dizer ao meu irmão que é bem-vindo ao meu blog, também já estou seguindo o seu. E desejo ser muito abençoado com suas mensagens.
    António

    ResponderExcluir

Postar um comentário

-Moderação nos comentários

Postagens mais visitadas deste blog

NAAMÃ E O VALOR EM REAIS DE SEU PRESENTE PARA ELISEU

IMAGENS E VIDEOS DOS TSUNAMIS (MAREMOTOS) QUE ASSUSTARAM O MUNDO

LULA É CONDENADO NA LAVA JATO